"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Violência no campo

Enquanto houver governantes que não entenda a possibilidade de alcançar a RA; que não vislumbre o futuro, este, revelado, descoberto no passado, batendo como soluções adiadas, encorajando os mais graduados, também os políticos, a cumprir (o Estatuto da Terra) ou baixar a cabeça e se vender... e, considerar a venda da Reforma Agrária...?

Enquanto houver! Não teremos uma economia de desenvolvimento interno saudável e sustentável. O bem estar social do povo brasileiro, passa por uma grande reflexão política, conjunta, do passado. O que queremos para o futuro de nossos municípios? O que queremos a nossa volta: veneno ou diversidade vegetal? Destruição ou vida? Violência ou paz?

José Gomes da Silva ao comparar a RA de 1964, com a calorosa discussão da RA, 1985 "...mostra ou não similitudes..." "...o atual impasse da questão agrária brasileira, revela pelo menos dois componentes comuns: a crise econômica e a violência no campo (podendo estender à violência urbana também). Ao julgar por dois parâmetros fidedignos e quantificáveis (a taxa de inflação e o número de mortos em disputa de terra), esta primeira quadra de 1987 não pode deixar de lembrar o primeiro trimestre de 1964. Rezemos para que apenas se relembre, sem tentar repeti-lo." 

- Vai! 
- E aí, mudou agora? 2013! Vai seguindo os registros...


Globo Rural, 27 de fevereiro, 2013.


todos juntos


divulgação da colheita

classe operária!

toda sociedade, feito Pacto Social

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...