"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

quinta-feira, 24 de abril de 2014

Cromatografias da Bahia




Recentemente a Blanco AgriCultura - Desenvolvimento de Comunidade esteve na Bahia e prestou consultoria técnica para a regeneração da Agricultura Familiar no município de Candeias. 

O local é o chamado Recôncavo Baiano, região geográfica que circunda a Baía de Todos os Santos. Sendo mais preciso, município de Candeias, zona metropolitana de Salvador. De riqueza mineral descoberta nos anos 50, era do presidente Vargas, o petróleo e o gás praticamente corre pelos dutos, sangria da terra, passando em extensão entre comunidades rurais-periurbanas, fazendas e pequenas propriedades até as refinarias na baixa do porto.

O bioma é o de Mata Atlântica ao longo de toda faixa litorânea; de florestas ombrófilas o clima se cunha como úmido a subúmido. Relevo acidentado em boa parte da sua extensão com planícies marinhas e fluvio-marinhas. Poucas áreas planas com predomínio da bacia sedimentar.

Geologia composta de bacias sedimentares do Fanerozoico com a ocorrência de arenitos, depósitos costeiros (areia de praia), depósitos fluviais e folhelhos.  

Os solos de Candeias são predominantemente argissolos, constituídos por material mineral, apresentando horizonte B textural com argila de atividade baixa imediatamente abaixo do horizonte A ou E. Suas subordens se apresentam como: acinzentados, amarelos, vermelho-amarelos e vermelhos. São abrúpticos e fragipânicos. Adrúpticos!? Fragipânicos!? é, corre lá e pega a apostila de solos...

Enfim, a baixo coloquei uma sequencia de imagens deste novo trabalho que venho realizando de Cromatografia do Solo, graças aos mestres Jairo Restrepo e Sebastião Pinheiro. Não obstante, não faço mais planejamentos agrícolas, sem antes tirar uma fotografia da vida do solo.

A prosa é técnica. E aí... bora prosear?





Amostra 1.
Agrofloresta do Sr. Asdrubal, vista do alto. Candeias/BA
Milho em consórcio com o Mana Cubio, área no meio da Agrofloresta
21.04.2014 - Croma da Agrofloresta do Sr. Asdrubal - Comunidade Passé - Candeias/BA - Milho em consórcio com Maná Cubio (03 cm)
 Amostra 2.
Milho em consórcio com o Mana Cubio
Planta do Mana Cubio
21.04.2014 - Croma da Agrofloresta do Sr. Asdrubal - Comunidade Passé - Candeias/BA - Milho em consórcio com Mana Cubio (25 cm)
 Amostra 3.
Área de produção da Pimenta de cheiro

coleta da amostra, área da pimenta de cheiro
21.04.2014 - Croma da Agrofloresta do Sr. Asdrubal - Comunidade Passé - Candeias/BA - Pimenta de cheiro (25 cm)

Amostra 4.
21.04.2014 - Croma da Agrofloresta do Sr. Asdrubal - Comunidade Passé - Candeias/BA - Cobertura vegetal de Brachiaria sp, Rambutã, Noni, Cupuaçu (03 cm)
Amostra 5. 
21.04.2014 - Croma do lote do Sr. Orlando - Acampamento Sudic (MST) - Comunidade Caroba - Candeias/BA - Sapé nativo, milho e feijão (25 cm)
 Amostra 6.

21.04.2014 - Croma da propriedade do Sr. Zé Preto, Comunidade Menino Jesus - Candeias/BA - Quintal Agroecológico (25 cm)
Amostra 7. 
21.04.2014 - Croma da propriedade da Sra. Juscilene, Comunidade Passagem dos Teixeiras (Posto Fiscal) - Candeias/BA - Baixada com Bananas, capim, milho - (20 cm)

As fotos são públicas, desde que citem a fonte: @extensionista. 

Abraços, O.Blanco

Um comentário:

Marco Janssen disse...

Caro colega,
Legal o seu trabalho!! Eu e um amigo estamos fazendo o mesmo aqui no oeste da Bahia! No inicio do ano participamos de um curso com Jairo Restrepo, em Pindamonhangaba!

Vc usa que tipo de papel, o nr 1 ou 4 da Whatrman?

abraços,
Marco Janssen - maj.agronomo@gmail.com

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...