"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

sábado, 1 de setembro de 2012

Conflitos Ambientais em Minas

fonte: http://conflitosambientaismg.lcc.ufmg.br/?pg=mapa

O Mapa dos Conflitos Ambientais é resultado de uma parceria entre o Grupo de Estudos em Temáticas Ambientais da Universidade de Minas Gerais (Gesta/UFMG), o Núcleo de Investigação em Justiça Ambiental da Universidade Federal de São João del-Rei (Ninja/UFSJ) e pesquisadores do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Social (PPGDS) da Unimontes. Entre 2007 e 2010, o projeto buscou identificar, caracterizar e classificar casos e violação do direito ao meio ambiente evidenciados na primeira década do século XXI nas 12 mesorregiões do Estado: Metropolitana de Belo Horizonte, Vale do Jequitinhonha, Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Central Mineira, Oeste de Minas, Vale do Rio Doce, Vale do Mucuri, Norte de Minas, Noroeste de Minas, Campo das Vertentes, Sul/Sudoeste de Minas e Zona da Mata.

Com vistas a um levantamento qualitativo, os trabalhos envolveram uma pesquisa documental e a consulta a órgãos oficiais para prospecção de situações de conflitos, além de entrevistas com integrantes de associações, sindicatos, movimentos sociais envolvidos. Também foram realizadas oficinas com representantes desses grupos, visando a articulação e a troca de experiencias. A idéia é que o mapeamento possa ser utilizado como base para políticas públicas focadas na sustentabilidade e na democratização da apropriação dos territórios.

Embora o mapa tenha sido concluído, ele segue sendo utilizado como um "observatório" dos conflitos e como base para outros projetos em execução. Em nível estadual, os trabalhos foram coordenados pela professora Andréa Luisa M. Zhouri, da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich) da UFMG. Os resultados estão disponíveis no site: http://conflitosambientaismg.lcc.ufmg.br/

Um comentário:

Anônimo disse...

Boa pesquisa,parabéns filho.

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...