"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

sábado, 27 de julho de 2013

Entrevistas, TV NBR

algumas delas e, uns comentários meus...
www.youtube/tvnbr

Coordenador de Agroecologia do MAPA - Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento -  Rogério Dias.


Política Agroecológica

Um solo em produção agroecológica é totalmente coberto, seja de serra pilheira, vegetação ou palha (principalmente la bela feminina Brachiaria ruziziensis) sendo este o primeiro olhar do técnico agroecologista na extensão as famílias no campo. Orientar o estádio evolutivo de um solo, interespecífico de um sistema agrícola a ponto de considerá-lo durável - se as famílias que o maneja estão produzindo de maneira que o solo evolua sua fertilidade natural de um modo crescente em qualidade nutricional -  é a máxima, para o sucesso da Agroecologia. É saber que estão no caminho certo... que a principal prática agroecológica possui uma rotina física no manejo da produção: solo protegido. Oli



PAIS em Rondônia.



Entrevista com Valter Bianchini - Secretário Nacional da Agricultura Familiar - MDA (Ministério do Desenvolvimento Agrário)



É por aí... estou de leve na pegada crítica, fi!

Bão! O investimento necessário mesmo, deveras ser, numa condição sine qua non, garantir a presença do ACOMPANHAMENTO TÉCNICO SOCIAL às famílias no campo; em paralelo fortalecer: as pesquisas (botar a grade de Agroecologia em toda Universidade pública deste país, Federalizada) as instituições, as extensões, o acesso ás multiplicações de sementes (adubo verde) quiçá, criar campos de multiplicação de sementes para as comunidades brasileiras em Terras da União; a garantia das capacitações de comunidades, multidisciplinar; a propagação de nosso cultura, nossa nativa biodiversidade como fonte de alimento, sim, comer o que é de origem de nossa terra; elaborar projetos agroindustriais de acordo com a organização e necessidade local, juntos, com participação massiva do homem e da mulher... aí aí



o Marquinhos, no estilo em Senegal! kkk 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...