"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

A esteira mijada e a Relação C:N

Diego de Rivera pintor e muralista Mexicano
por Sebastião Pinheiro


Quinta alegoria na saúde no solo para construção do biopoder camponês: A esteira mijada e a Relação C:N.

Uma esteira é um artesanato com fibras vegetais tecidas, que serve para revestir paredes, forrar o chão e servir como cama (petate, straw mat), foto. Normalmente é feita de taboa (Thypha latifólia), folhas de palmeiras ou capins. É bastante durável pela lenta oxidação do Carbono das fibras. Contudo, quando um bebê urina na esteira, ela deve lavada imediatamente, senão se decompõe em poucos dias e isto é devido à alteração na relação Carbono-Nitrogênio. No solo o que significa aplicar uréia?

Na palha usada nessa artesania a quantidade de Carbono, Oxigênio, Hidrogênio e minerais é de 99,97% e a de Nitrogênio é mínima, inferior a 0,5%. Isso estabelece uma relação C:N aproximada de 200:1, nessa relação mesmo úmida a esteira tem grande durabilidade, como nas ilhas, casas e barcos de totora (Thypha latifólia) no lago Titicaca. foto
A relação Carbono:Nitrogênio (C:N) no metabolismo e autopoiese dos seres vivos é uma ferramenta essencial, pois ajuda a entender a nutrição, saúde e evolução da vida das espécies.

Na agronomia a relação C:N é tergiversada, por tal pouco compreendida na agricultura moderna pelos dogmas reducionistas e agronegócios, conforme pode ser entendida no questionamento.

A compreensão é simples: A esteira ao ser umedecida com urina, rica em Nitrogênio estreita ou diminui a relação C:N, que facilita a ação das enzimas dos microrganismos, que atacam as fibras e a decompõe rapidamente, esfarelando-a em poucos dias, o que é acelerado pela luz, temperatura e umidade. Dentro de limites, quanto mais estreita a relação C:N maior e mais rápida é a multiplicação de microrganismos e ação das enzimas e destruição da estrutura das fibras.

Há vários tipos de fibras (fotossintéticas), por exemplo as compostas de celulose, hemicelulose, amido e açucares solúveis, facilmente decompostas mesmo com uma relação C:N mais ampla; Ao passo que há outras com incrustações de ligninas, taninos, ceras e resinas que necessitam de mais tempo ou relação C:N mais estreita.

Alguns vegetais se decompõem facilmente enquanto outros (folha de goiaba, abacate ou manga) demoram muito mais tempo para se descompor no solo. A realidade fitogeográfica de cada local do planeta é resultante da ação do Clima sobre a Rocha mãe e sucessão de Espécies que se desenvolvem, onde o equilíbrio entre a formação de Matéria Orgânica e sua decomposição físico/química/biológica, natural estabelece a fisionomia da evolução natural e os avanços e retrocessos na fitossociologia. Nela a relação C:N é um mecanismo importante do metabolismo e autopoiese principalmente para a saúde do solo.

A fixação do Carbono é produzida pela ação do Sol e o Nitrogênio, uma constante física da Atmosfera. Os seres vivos mais primitivos aproveitam uma relação C:N ampla e a medida que evolucionam requerem em sua nutrição uma relação mais estreita. É interessante que a decomposição e catabolismo dos seres primitivos concentra, através do microcosmo Nitrogênio diminuindo a relação C:N, continuamente influindo na cadeia alimentar.

No solo, o microcosmos diverso é o responsável por essa serule e quanto mais diversidade houver através das reações biológicas ou físico-químicas da matéria com Carbono, também chamada de Matéria Orgânica, mais diversas, complexas e longas são as reações físicas, químicas e biológicas no tempo e espaço. O agregado de uréia erode a biodiversidade do microcosmo e inicia a destruição da serule que repercutirá na fertilidade do solo, fitossociologia respondendo o questionamento inicial.

Motivos econômicos na sociedade industrial fizeram ignorar que o Nitrogênio é constante na atmosfera com uma riqueza próxima a 80%, mas considerado inerte ou não reativo por tais interesses para a venda de fertilizantes industriais, mas a vida, principalmente no microcosmo evoluiu nos últimos 4,2 bilhões de anos a partir desse Nitrogênio.

Você sabia que a soja (GM) RR tem 27% mais de lignina nos talos, raízes e folhas? Por favor, quais são as alterações e desequilíbrios na cadeia trófica que isso pode desencadear no solo, cadeia alimentar e ecossistema (M.O, húmus) e clima? Mas, antes de responder agregue o uso de Glyphosate (Roundup) um poderoso antibiótico que inibe o desenvolvimento de uma gama de microrganismos do solo.

Não se preocupe isso é campo de estudos e experimentações da geoengenharia e eugenia.

Ajude-me, corrija, colabore, amplie e torne-o mais compreensível e didático. Muitíssimo obrigado por sua gentileza. E.T. o quadro é de Diego Rivera pintor e muralista Mexicano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...