"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

sábado, 21 de setembro de 2013

O triste fim do Córrego Fortuninha em Assis (SP)



Hoje, sábado, 21 de setembro de 2013, em role com as “cadelas”, novamente me deparo com imagens reais e horríveis. Também encontrei um cidadão consciente que me levou aos registros fotográficos e a escrever esse texto de indignação.  Denúncia!

Alô Sr. Prefeito e cia! Alô, alô Secretaria do Meio Ambiente! Alô, alô, alô Bombeiros – onde surge fumaça há fogo! Alô Comunidade! Alô cidadãos de Assis! Alô Tênis Clube, olhem no entorno de suas cercanias. Alô Favela do Matão! Alô UNESP! Alô frequentadores do Parque Buracão! Alô Parque Universitário, Vila Tênis Clube, Vila Orestes, Vila Cabui, Vila Operária, Vila Carvalho, Vila Maria Isabel, Assis III – estão tranquilos?

Vocês tem uma riqueza ao lado: Mata Atlântica com transições e resquícios de Cerrado. Ter um patrimônio ambiental deste porte, no centro da cidade é mesmo uma sorte. Pelo menos para os políticos de Assis e cidadãos (os que ali jogam lixo) em geral, me parece que é um problema. Que pena. Existem municípios que não possuí uma área como esta. Vejam a área no mapa de Assis.

Praticamente é o pulmão da cidade e deve ser considerado Área de Preservação Permanente. Área de lazer: caminhadas agradáveis, pesquisa, coleta de sementes, recreação cidadã consciente – esportiva (o local possuí uma pista para corridas de bicicletas que também deverá ter limites, neste caso, não ter suas trilhas dentro da Mata. Mas...

Os registros fotográficos serão minhas palavras de cidadão rebelde...

Onde é:



 Diretamente do local:


 Esse cara aí é o Beto. Ele tem feito sua intervenção no local. Uma atitude nobre e merece reconhecimento. Beto diz que a 3 anos tenta sensibilizar os cidadãos que ali passam. Tantos os que usam o local para despejar o lixo como também os catadores e pessoas que simplesmente trafegam.

Com alguns materiais encontrados no local, criou uma área de convivência. Ele e mais um grupo de amigos lutam para estabelecer um projeto de recuperação ambiental no local. Consciente, sempre está plantando árvores nas degradações locais. Beto embeleza o que nunca foi feio...

Área de convivência: A Mata é Viva.
Beto encontra bananeiras e coqueiros inteiros no lixo e as replantam.
Bem vindos a Favela do Matão! Entrada:


Essa placa diz que a Prefeitura de Assis - pelas iniciais P.M.A. - sabe há muito tempo do problema, como também, faz uso do local para despejar cortes de árvores, resíduos de limpeza de praças públicas, etc. Inté aquela polêmica árvore - lindo flamboyant - do colégio Carlos Alberto deve estar aí, pelo menos seus restos mortais... 




No local há desabrigados morando nas encosta da rua. O lixo acaba se espalhando por muito trieiros existente dentro da Mata.
O fogo, diariamente ateado ao lixo acaba atingindo também a Mata Atlântica!


Aqui precisamos abrir um parênteses. Pra quem manipula: "as lâmpadas fluorescentes compactas ou tubulares, contém mercúrio, substância tóxica nociva ao ser humano e ao meio ambiente. Se rompidas liberam vapor de mercúrio, que será aspirado por quem as manuseia."Portanto, fique atento aê catador...
Em conversa com a Ida do CIVAP - Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema - diz ela, que o CIVAP já possui encaminhamentos de um projeto para dar fim a essas lâmpadas maléficas.
Presença de crianças:



Animais se alimentando e lixo:







Uma boa parte deste lixo é orgânico. Podas de grama, árvores de calçada, jardins particulares e praças públicas. Podem ser reaproveitados. O melhor encaminhamento sustentável para estes resíduos é a transformação em húmus e retornar aos locais onde os originou. Inté mesmo criar renda. Um exemplo é neste vídeo publicado pela TV Senado: Reaproveitamento de podas de jardim.

Mas neste lixão de Assis, os restos orgânicos, juntamente com outros lixos poluentes inorgânicos são queimados... e queimar é Proibido! Acesse a lei aqui: (LEI Nº 11.213 DE 30 DE ABRIL DE 2002)!



Por falar em queimar... flagra de um cidadão ateando fogo no local, mas não no lixo:








Queimar o capim (Brachiaria sp) é o pior tratamento para uma área que, por força de sua própria natureza, se regenera. O capim é o manto protetor do solo. Ficar totalmente seco é seu clico natural. Todo capim que dá semente, seca. Ao secar, suas folhas viram matéria orgânica ao solo e todo nutriente absorvido - as raízes de Brachirias chegam até 2 metros de profundidade - são disponibilizados na superfície servindo para o aproveitamento de outras espécie importantes no futuro - árvores primarias, secundárias - assim, elas se estabelecem e, a posterior, recompõe a Mata Ciliar do Córrego Fortuninha.

O cara aí; não posso julgar, mas me parece que este fogo teve alguém que ordenou. Tinha outro sujeito, tipo funcionário, tipo, com a roupa que o caracterizava... ?? Mas é criminal!

Veja como era antes nesta foto. A área vem buscando se regenerar, sem a presença do homem há muitos anos...



 Vamos aprofundar na problemática. Flagra do lixo sendo jogado no local... iiii!! :



Uma pena, loja Útil & Lazer...



Logo que o caminhão chega os catadores já estão esperando. Ao fundo a criança  brinca com a lâmpada fluorescente. Espada nociva!
Cuidar do meio ambiente que nos resta, é cuidar do bem-estar social para o coletivo. Preservá-lo as próximas gerações vindouras é o mínimo de esforços que devemos realizar. Existem muitas alternativas para conscientizar nossos cidadãos. Projetos. Corretos investimentos e muitos exemplos no planeta Mundializado. Assis poderá ter um lindo Parque Municipal neste espaço com possibilidades futura até de atrair o turismo. E aí. É melhor agilizar, pois a próxima geração está chegando e serão críticos nas condutas besta do ser frente ao descaso com a natureza.

Esse é um problema antigo e cancerígeno dentro das sociedades que vem disputando, além mar, o ser humano. Somos disputado a tapa pela filosofia do TER e do SER. Isso dependerá da Educação justa a todos e todas. 

Já dizia o folclorista Câmara Cascudo, "no Brasil não há problemas há soluções adiadas". Ainda Há Tempo...

...a primeira providência é interditar a área ou criar ali mesmo um ponto de coleta, é simples. Governantes de Assis, vocês conseguem... podemos ter mais COOCASSIS... 

PAZ!



quando o vento bate, leva o lixo para dentro da Mata...



lixo no perímetro da Mata...
A Água que cai no centro do Parque Buracão! sem tratamento...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...