"

'Ofereço-me para cooperar com amor a fim de compartilhar a abundância de meu coração.'
'Comunico-me sem apegos e descubro a harmonia de evoluir na Terra.'

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Efeméride

S.Pinheiro
domingo, 09 de julho de 2017


EFEMÉRIDES significa diário com datas, logo lembranças, rememorações, por exemplo, no dia 08 de Outubro de 1801 Toussaint L’ Overture apresentou a constituição ao imperador Napoleão Bonaparte, com a declaração de liberdade dos escravos na Ilha Hispaniola e na guerra derrotará o general Leclerc, genro do imperador, mas posteriormente será prisioneiro e morrerá em um presídio em Grenoble (Joux). Dessalines conduzirá a independência do Haiti (1804), primeira nação livre da América, sem escravos.

35 anos depois do ensaio “O Fim da História de F. Fukuyama e a Globalização (iniciada na primavera austral de 1986) da Rodada Uruguai, vivemos a hegemonia do agronegócios e seus abcessos de pus, premonição do Ministro da Agricultura quando do lançamento do Programa Agro+, em 28 de Agosto de 2016, quando externou: “O melhor fiscal é o mercado”. Ignorando as recomendações do escroque George Soros: “O mercado é global, mas a Sociedade não, o que torna impossível a construção de uma nova moral e ética”. Catorze (14) milhões de desempregados terão o aumento de dezenas de milhares com o efeito cascata a partir da suspensão da importação de carne brasileira pelos EUA. Atordoado saí de casa e viajei à Amazônia, rumo à Benevides e Cametá convidado pelos irmãos André e Ronaldo Freitas, colegas técnicos em Agricultura e cultivadores da ética e moral dessas escolas de formação humana. Agora novos hileanos enriquecendo suas raízes pampeanas, logo cabanos pelo trabalho invejável com as forças vivas e povo.

Antes, na semana do Meio Ambiente, ao assistir à “avant premiére” do filme de Daniela Sallet e Juan Zapata “Substantivo Feminino”, voltei às efemérides amazônicas vividas de 1983 à 1984 de muita devastação, medo, angustia do Agente Laranja. Caires e D’Avila já não estão há muito entre nós. Janary Valente sofreu uma cirurgia no cérebro e ficou deficiente, mas saber da morte da heroína Pastora Marga Rothe chocou-me. Salvou-me a vida pelo menos duas vezes; fez-me conhecer os padres franceses Francisco Gouriou e Aristides Camio enquadrados na Lei de Segurança Nacional: Meu respeito a todos camponeses covardemente tombados nas astúcias do GEBAM-GETAT. Efeméride é registro de dignidade através da memória e tempo.

No dia 04 presente sai do frio rumo à Benevides para contacto com o povo da floresta, que protege a Sociobiodiversidade que o alimenta e permite evoluir a identidade e não se perder a referencia que aprendi com a Seleta de Theobaldo Miranda dos Santos. Diverti-me, ao perguntar o que é um “pé de bode” e “jacá”. No primeiro evento conseguimos sentir o palpitar do nosso primeiro coração, o solo hileano.

A visão das balsas me fizeram reviver a saga nos caminhos desde Vila do Conde, Acará, Moju, Tailândia, Nova Jacundá, Arraias, Tucuruí, Breu Branco, Chiqueirão, Jatobal e Ilha Tocantins e todo o levantamento epidemiológico junto com os alunos da Escola de Saúde Pública da SESPA.

No segundo evento na Casa Família Rural de Cametá chegamos para a construção do Bio~poder Camponês à partir do nosso primeiro coração.

Na primeira viagem já havia percebido que na Amazônia inexiste a palavra “não”, assim como a expressão “é meu”. Bruce Rich em seu livro The uphold the World (A call for a new global Ethic from ancient India) explica isso através da expressão “More feel for less World is a fool bargain”. Ri com minhas tripas, pois não é preciso ir à tão longe para encontrar amor e compromisso. Adam Smith escreveu os livros “The theory of moral sentiments” e a “Riqueza das Nações”, pela imensidão da selva o hileano é obrigado à humildade e forja seu comportamento, pois é impossível separar um livro do outro, o que é bastante raro nas populações dos outros biomas. Daí o brilho nos olhos dos camponeses, seus filhos, professores e toda a sociedade local. A canção de Violeta ParraVolver a los 17” explica este olhar, pelo que agradeço a acolhida na Casa Familiar Rural de Cametá. Trabalhei muito com as EFAS do MEPES e dormi no local da casa do Padre Anchieta tendo por companhia uma bela cuíca, que já não se conhece. Na CFR de Cametá foi-me permitido aprender a fazer “Água de Vidro” para fortificar as plantas; “Cromatografia de Pfeiffer”, um cardiograma do solo; “Peletização de Sementes”; “Fosfito de Potássio”; “Biochar”; “Calda Sulfocálcia” e idealizar o “Campo de Metagenômica” que Danielle, Quincas e Josimar com galhardia apresentaram aos seus pares no IFPA/UFPA/UEPA. O filósofo Quincas ao ser apelidado respondeu “Berro D’água”. Vocábulo do português arcaico, ainda usado no espanhol, significando o agrião (Nasturtium officinale), na imensidão de água da Amazônia há muito espaço para a filosofia.
Na efeméride há também o reencontro com os antigos militantes da FEAB e FAEAB os hoje doutores, professores Acácio e Aldrin carregando o mesmo ideal da época estudantil e com planos de transformar Cametá em um grande polo agroecológico para barrar a sanha assassina do agronegócios com seus abcessos, pus e expulsão de camponeses cabanos. Em 1635 Pedro Teixeira iniciou o desbravamento da fronteira amazônica, em 1673 teve em uma delas a presença do Padre Vieira, sim aquele jesuíta dos fenomenais sermões e discursos. Isso, aquele que teve o “estalo” intelectual. É dizem os livros que 315 anos a Amazônia já fora visitada por uma esquadra do imperador Abu Bakari II do Mali. Poucos sabem que o único lugar no planeta onde uma fabrica de Coca Cola faliu foi em Belém.


Karl Jaspers tem razão estamos entrando em uma Segunda Idade Eixo como entre 800 a 200 AC. Isso levará ao desaparecimento da corrupção política de gestão privada no que é de todos. Novas éticas e morais elevadas fluirão como a selva que ocupa todas as partes, não teme a destruição, pois sabe que a juquira (plantas que nascem no sal (cinzas) a reporá em seu lugar, para o sorriso do Matita Pereira, do Caipora, da Iara e Boitatá. Escutei o canto e vi o brilho solar nos olhos de milhares Muiraquitãs na lua cheia, amarelada prenunciando período de seca. Já havia visto isso há mais de 4.830 anos durante o cativeiro no Egito. Antes de retornar encontrei uma árvore de flores rosadas sobressaindo-se no terreno da floresta. Suas pétalas indicam uma Magnólia, talvez ovata (foto)


A missão foi iniciada na alegria tuxaua agroecológica hileana, retornei à casa lembrando o grito no encerramento no Congresso de Agronomia em Belém em 1989: “Murupiara Amazônia e o dia 08 de Outubro nas águas de Alter do Chão no não distante Tapajós onde encontrei a Juquira Candiru (Satyagraha). Ir à Amazônia (escola) é aprender (decifrar) a espiritualidade na vida e conhecer o amor, meus agradecimentos pela oportunidade ímpar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"no artigo 5º, inciso IV da Carta da República: 'é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato'."

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...